Como montar seu E-Commerce do ZERO? Descubra o Passo a Passo!

Você quer abrir um e-commerce do zero e não tem a menor ideia de por onde começar? Aprenda neste artigo o passo-a-passo.

Você quer abrir um e-commerce do zero e não tem a menor ideia de por onde começar? Muitas pessoas se assustam achando que montar uma loja virtual é algo complexo e caro.


Pois saiba que não é difícil abrir um e-commerce do zero e também não é necessário investir altas somas de dinheiro para isso.

No artigo de hoje vamos te apresentar o passo a passo da montagem de um e-commerce para que você possa criar seu negócio online.

Saiba agora o passo a passo para montar um E-commerce do ZERO

1º Passo: Escolha sua área de atuação

Existe uma infinidade de produtos e serviços sendo comercializados online. Basta pesquisar na internet para constatar esse fato.

Com tantas opções disponíveis, como fazer a escolha ideal? Você pode utilizar dois critérios para isso.

O primeiro critério é deixar de lado os produtos e serviços que já atingiram o nível de saturação no mercado e avaliar as opções menos exploradas, mas com possibilidade de crescimento. 

O segundo critério é escolher entre as opções menos exploradas, aquela com a qual mais se identifica. Afinal, é mais fácil ser bem sucedido quando se está fazendo o que gosta, não é verdade? 

2º Passo: Identifique seu público-alvo 

Após escolher o produto ou serviço que irá comercializar é o momento de identificar o público-alvo do seu e-commerce.

É um passo muito importante, pois a partir dessa identificação você terá informações para criar canais de comunicação, campanha de marketing, definição do preço do produto, entre outras ações estratégicas para o bom andamento do seu negócio.

[Leia também: Nicho de Mercado: Como descobrir qual é o seu?]

3º Passo: Registre o domínio

O domínio é o endereço do seu e-commerce na internet. É através desse endereço que o seu negócio será encontrado na web.

Portanto, é interessante escolher um nome marcante, que faça referência ao seu produto ou serviço e que seja fácil de escrever e lembrar.

Opte por domínios com terminação “.com.br”, como por exemplo: meuecommerce.com.br. Você pode registrar o seu domínio pagando apenas R$ 40,00 por ano, no site registro.br.

Registre o domínio do seu e-commerce na registro.br

4º Passo: Escolha a hospedagem do e-commerce

A hospedagem do e-commerce é o servidor. É através do servidor que a sua loja terá condições de se manter online e disponível para a visita de clientes.

Existem vários serviços de hospedagem no mercado. Para que você faça a melhor escolha para o seu negócio, leve em consideração os seguintes requisitos:

  • Estabilidade;
  • Armazenamento;
  • Tráfego;
  • Suporte técnico;
  • Preço. 

5º Passo: Escolha a plataforma do e-commerce

A plataforma de e-commerce é um sistema que fornece ferramentas para a gestão e criação do layout da sua loja virtual.

É com o auxílio da plataforma que você irá cadastrar e expor seus produtos, incluir preços, formas de pagamento, gerenciar estoque, o envio e o frete de encomendas, entre outras ações essenciais para o funcionamento de uma loja. 

Ao escolher a plataforma mais adequada para o seu negócio, observe os seguintes pontos:

  • Boa navegabilidade;
  • Capacidade de integração com outras ferramentas;
  • Certificado de segurança;
  • Suporte técnico e atendimento.

6º Passo: Organize a logística do e-commerce

No ato de organização da logística do e-commerce é preciso definir o modelo de negócio da sua loja.

Se você optar pelo modelo convencional terá que montar estoque próprio, possuir um local para guardá-lo, cuidar da embalagem e utilizar os serviços dos Correios, de transportadoras ou entregadores para o envio das mercadorias.

Caso opte pelo modelo dropshipping, você não irá trabalhar com estoque e não participará do processo de embalagem e envio das mercadorias vendidas. Todo esse processo será terceirizado.

Nos dois modelos de negócio você terá o cuidado de estabelecer parceria com fornecedores que prezam pela qualidade dos produtos e pela segurança e responsabilidade nas entregas.

A organização da logística também engloba os trâmites legais e tributários de funcionamento do e-commerce. É preciso estar atento a todos esses detalhes para poder trabalhar de forma legalizada.

7º Passo: Faça a divulgação do e-commerce

Após organizar todas as questões práticas de abertura do seu e-commerce é hora de partir para a divulgação dele.

Existem várias formas de se comunicar com os seus futuros clientes e de divulgar sua loja.

Para isso conte com as seguintes estratégias de divulgação:

  • Redes sociais como Facebook, Instagram e Pinterest;
  • E-mail marketing;
  • Técnicas de SEO;
  • Blog;
  • Anúncios pagos.
  • Esperamos que os passos descritos no artigo de hoje possam te ajudar a montar seu e-commerce do zero.

Leia também nosso artigo: 5 Fatos sobre E-commerce que você precisa saber antes de começar a Empreender na Internet.

Desejamos sucesso e boas vendas para você!

Nos ajude a fazer essa informação chegar a mais pessoas. Compartilhe esse post nas suas redes sociais:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com um advogado

Preencha o formulário abaixo e receba nosso contato personalizado:

relacionadas.

Inscreva-se gratuitamente e receba nossos posts!

A Legis Marcas e Patentes precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre produtos e serviços. Você pode deixar de receber essas comunicações quando quiser. Para obter mais informações, confira nossa Política de Privacidade.

posts relacionados.

Registro de Marca: Escolher Especificação Pré-aprovada ou Livre?

Descubra as diferenças entre especificação pré-aprovada e de livre preenchimento no registro de marcas e como escolher a melhor opção para proteger sua identidade empresarial no Brasil. Saiba mais sobre os processos e dicas práticas para um registro bem-sucedido.