5 Fatos sobre E-commerce que você precisa saber antes de começar a Empreender na Internet

Saiba sobre o crescimento de um e-commerce e o que mais te aguarda no empreendedorismo digital.

É normal quando estamos animados para colocarmos em prática uma ideia nossa, ficarmos ansiosos. Contudo, é preciso cautela para evitarmos cometer erros elementares. 

Abrir um negócio online é um sonho para muitos, porém, é preciso ter conhecimento de alguns fatos antes de mergulhar de cabeça. 

Saiba sobre o crescimento de um e-commerce e o que mais te aguarda no empreendedorismo digital.

1. As vendas por e-commerce poderão chegar a R$ 85 bilhões em 5 anos

Quando há um mercado de 27% de consumidores em um país com 209 milhões de pessoas, não precisa ser nenhum especialista em marketing para ver a enorme oportunidade de negócio. 

Sim, esse é o nosso país, Brasil. Para ser ainda mais específico, representa o número de 58 milhões de consumidores digitais. Esses são dados de poucos anos atrás, hoje o Brasil conta com 216 milhões de pessoas, portanto, ainda mais consumidores.

O setor digital vem crescendo com os anos, mas assim que a internet surgiu, havia uma desconfiança generalizada entre os consumidores, a realidade hoje é outra. Um em cada quatro brasileiros já realizaram, pelo menos uma vez, compras pela internet. 

A tendência é que o setor continue crescendo nos próximos anos, ou seja, maior número de consumidores, podendo chegar a 85 bilhões de reais em vendas.

2. Mais de 80% das lojas virtuais decretam falência antes de 18 meses

Ainda que segundo a pesquisa da PayPal e da BigDataCorp o mercado seja bastante promissor com 1,59 milhão de lojas virtuais, representando 6% do varejo brasileiro, existe o outro lado da mesma moeda, o número de falência é espantoso, 80% antes de 18 meses. 

Um empreendedor não pode ser otimista demasiadamente, muito menos pessimista, ele precisa ser realista. Antes de abrir um negócio, é preciso avaliar os prós e contras, considerando as possibilidades de bonanças e dificuldades que poderá enfrentar. 

Saber do risco não pode te fazer desistir, apenas deve lhe servir como um alerta para ficar mais atento ao que poderá vir sobre você. 

Sabendo disso, você poderá buscar descobrir os erros cometidos por esses e-commerces para não falir como eles. Creio que a ausência do conhecimento contido nos próximos tópicos, seja um dos fatores para a falência. 

3. Antes de tudo, Planejamento!

Quem não planeja, não colhe resultados, isso é tão claro como água cristalina. Para ter sucesso nos negócios você precisa dominar a arte de planejar. 

Um perigo de começar um singelo e-commerce na sua própria residência, é acreditar que poderá viver como um escritor, trabalhar quando estiver com disposição mental.

Todavia, o planejamento fará com que você não cometa esse erro, porque terá metas claras para cumprir. As etapas principais para um bom planejamento são:

  • Análise de mercado;
  • Plano de marketing;
  • Estimativa dos investimentos fixos;
  • Estruturação lógica de ideias.


À medida que seu negócio for crescendo, o planejamento ganhará um corpo mais completo e complexo. Não existe receita para o sucesso, mas tudo começa com um bom planejamento para entrar no mercado e conversar com seu nicho sabendo onde está e para onde vai. 


Ter uma ideia a curto, médio e longo prazo facilitará a mensuração e o cumprimento das metas necessárias para a obtenção do lucro.


4. Marketing é a espinha dorsal do seu negócio 


Planejar está tão ligado ao marketing que algumas pessoas podem até confundi-los. Nunca vi um bom planejamento sem uma estratégia de marketing, assim como nunca vi um marketing sem um planejamento. 

Ainda que não sejam a mesma coisa, eles estão num relacionamento tão íntimo que é inviável os separarmos, podemos apenas distingui-los. 

É claro que quando falamos em marketing também estamos falando de investimentos, se você quer ganhar dinheiro, precisa investir. Uma boa estratégia de marketing fará com que seu investimento seja o mais certeiro possível, buscando obter o mínimo de dispersão. 

Você não precisa e não pode esperar apenas ser indicado, deve correr atrás com todos os meios e estratégias adequadas para captar cada dia mais leads que se transformarão em consumidores da sua marca.

Então, se você deseja lucrar na internet, não negligencie o marketing, nem por um segundo.

5. Dinheiro fácil não existe!

Nem tudo são flores, o motivo de algumas pessoas largarem seus empregos estáveis e se aventurarem no e-commerce pode ser pelo motivo certo ou errado. 

Vamos começar pelo motivo errado para alguém começar um e-commerce: acreditar que sua loja virtual irá lhe render rios de dinheiro de maneira fácil. Não caia nessa fake News, como meu pai sempre fala, dinheiro fácil não existe, ainda mais para quem está começando.

Você poderá lucrar com sua loja, é claro, se assim não fosse, não existiria um enorme mercado a ser explorado. 

O problema é acreditar que por não ter mais chefe ou horários definidos, você poderá seguir trabalhando de maneira displicente e ainda assim lucrar. 

Quando um iniciante no empreendedorismo digital pensa desta maneira, o único resultado que conseguirá é fazer parte do 80% de falência. 

O e-commerce é um negócio em expansão e se você fizer com disciplina, planejamento e paixão, provavelmente o sucesso irá bater à sua porta. Não pense em copiar o que as outras pessoas estão fazendo, entenda qual é o seu papel no mundo e desempenhe-o.

Gostou do artigo? Então, você também pode querer conferir: 

5 Lições Empreendedoras com o filme Fome de Poder – História do McDonald´s

7 Perigos de se trabalhar em casa: Como não transformar o sonho do seu e-commerce em pesadelo!

Nos ajude a fazer essa informação chegar a mais pessoas. Compartilhe esse post nas suas redes sociais:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com um advogado

Preencha o formulário abaixo e receba nosso contato personalizado:

relacionadas.

Inscreva-se gratuitamente e receba nossos posts!

A Legis Marcas e Patentes precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre produtos e serviços. Você pode deixar de receber essas comunicações quando quiser. Para obter mais informações, confira nossa Política de Privacidade.

posts relacionados.

Registro de Marca: Escolher Especificação Pré-aprovada ou Livre?

Descubra as diferenças entre especificação pré-aprovada e de livre preenchimento no registro de marcas e como escolher a melhor opção para proteger sua identidade empresarial no Brasil. Saiba mais sobre os processos e dicas práticas para um registro bem-sucedido.