Diferença entre marca e logotipo

Quando decidimos aprender mais sobre como ter uma marca de sucesso, alguns jargões do mercado aparecem e acabam nos deixando com mais dúvidas. Neste post iremos te explicar a diferença entre marca e logotipo.
Diferença entre marca e logotipo

Com o crescimento do acesso à informação pela internet, alguns temas se tornaram cada vez mais comuns no dia a dia dos empresários, principalmente quando falamos de marketing. 

Devido a isso, alguns jargões que eram muito utilizados por profissionais da área estão cada vez mais no nosso cotidiano. Por isso, hoje resolvemos explicar a diferença entre marca e logotipo.

Diferença entre logo, logomarca, marca e logotipo

Segundo o dicionário, marca é um traço, sinal, impressão deixada por alguém ou algo. Transferindo para o meio do marketing, a impressão deixada pela empresa seria a sua identidade visual, a personalidade, entre outras características presentes no negócio.

Além da diferença entre marca e logotipo, outro ponto que devemos esclarecer é que não há diferença entre logo e logotipo. Logotipo nada mais é do que representação estilizada do nome de uma empresa ou profissional. 

Desse modo, o “logo” é a abreviação da palavra “logotipo”, podendo ser usado como um sinônimo. Já a logomarca é um termo considerado, para alguns, incorreto no meio publicitário e de design, por ser basicamente a junção do nome com o símbolo gráfico que caracteriza o nome da empresa ou marca. 

Resumindo, existem muitas discussões no universo do marketing, mas para fins educativos, e  por ainda ser uma discussão no dentro da área publicitária e design, vamos deixar de lado o termo logomarca e vamos nos aprofundar sobre a diferença entre marca e logotipo.

O que é logo ou logotipo?

Após termos explicado que ambos são sinônimos, iremos nos aprofundar na sua importância dentro de uma organização. Como dito antes, o logotipo é a junção do nome da empresa com o ícone ou símbolo da marca e a partir disso será construído toda a identidade visual da empresa. 

Por isso, é fundamental um especialista no assunto, neste caso um designer. O profissional da área irá unir o seu conhecimento técnico, suas experiências e uma pesquisa aprofundada sobre o negócio, para conseguir transmitir todos os valores da empresa.

Além disso, o seu logotipo será usado como forma de diferenciar você e o seu concorrente. Ao estar familiarizado com a sua identidade visual, o seu cliente conseguirá associar as cores, o design e reconhecer o seu logo com uma maior facilidade.

Para exemplificar, trouxemos o nosso logotipo:

O que é marca?

Como citado acima, a marca é tudo aquilo que identifica uma empresa. Desde logo, símbolos, slogan, entre outros elementos. Ou seja, é a conexão da empresa com o seu cliente, compartilhando seus valores, personalidade, missão e visão, sendo a forma como o consumidor enxerga a sua marca.

Slogan da Nike usado como exemplo no artigo sobre a diferença entre marca e logotipo.

Um dos principais exemplos quando falamos sobre uma marca forte é a Nike. A empresa conseguiu de forma brilhante transmitir os seus valores por meio do seu slogan “Just do it!”, que traduzindo para o português seria “Apenas faça!”. 

A frase teve origem em uma campanha que deu tão certo que resolveram adotar como slogan. A partir disso, vários clientes começaram a mandar depoimentos para a empresa falando sobre como o slogan se tornou um valor compartilhado por eles, o que aumentou significativamente a conexão da empresa com o seu consumidor. Incrível, né?! .

Além disso, eles levam essa marca tão a sério que registraram no INPI, como pode ver abaixo:

Qual é a diferença entre marca e logotipo?

Agora ficou mais fácil de saber a diferença entre marca e logotipo. O logotipo como dissemos é a forma padrão que a empresa se apresenta. Um bom exemplo é o Google, geralmente todos os dias ao abrir a página encontramos cores diferentes ou alguns elementos novos, mas a base é a mesma.

Já a marca, como visto acima, é a percepção que o seu cliente tem de você e a forma como ele irá se conectar com a sua marca. E quanto mais ele se conectar, mais fiel ficará. Com isso, ao decorrer do tempo, a sua marca irá ficar cada vez mais forte.

Mas não adianta ter um logo se…

Agora já está claro a importância de ter um logo, né?! Como vimos, é por meio da sua identidade visual, que começa pelo seu logo, que o seu cliente conseguirá se identificar com você e irá te diferenciar dos seus demais concorrentes. 

Mas antes de investir em toda identidade visual, é importante saber se a sua marca está disponível e, caso esteja, garantir que ela continuará sendo sua! 

Para isso, é necessário entender mais sobre o processo de registro de marca no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), que é o responsável por garantir que o seu nome e logotipo estejam protegidos e se alguém usar uma marca semelhante, você poderá solicitar uma indenização de uso indevido.

Por isso, além de ter uma identidade, a marca precisa estar segura. E ao contrário do que algumas pessoas pensam, apenas ter um CNPJ não garante a sua exclusividade. 

Caso você não queira perder todo o investimento feito na marca do seu negócio, e quer dormir com a cabeça tranquila ou tenha alguma dúvida sobre o processo, clique aqui e entre em contato com a gente! Vamos registrar a sua marca, enquanto ela ainda é sua! 

Nos ajude a fazer essa informação chegar a mais pessoas. Compartilhe esse post nas suas redes sociais:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com um advogado

Preencha o formulário abaixo e receba nosso contato personalizado:

relacionadas.

Inscreva-se gratuitamente e receba nossos posts!

A Legis Marcas e Patentes precisa das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre produtos e serviços. Você pode deixar de receber essas comunicações quando quiser. Para obter mais informações, confira nossa Política de Privacidade.

posts relacionados.

Registro de Marca: Escolher Especificação Pré-aprovada ou Livre?

Descubra as diferenças entre especificação pré-aprovada e de livre preenchimento no registro de marcas e como escolher a melhor opção para proteger sua identidade empresarial no Brasil. Saiba mais sobre os processos e dicas práticas para um registro bem-sucedido.